gamenº1 :South Park: The Game

Com roteiro e supervisão dos próprios criadores da série – Trey Parker e Matt Stone – ‘South Park’ finalmente ganhou um game fiel às suas origens

 

 

Todo o humor peculiar da série em um RPG anárquico

Todo o humor peculiar da série em um RPG anárquico

| Plataformas: X360, PS3, PC | Desenvolvedora: Obsidian | Editora: THQ | Lançamento: 2º semestre de 2012

Crianças cruéis, desbocadas, que não deixam pedra sobre pedra quando escolhem um alvo para criticar são rotina em “South Park”, um dos desenhos mais insanos que surgiram nos EUA em muito tempo. Mesmo com toda essa doideira, a animação conquistou recordes de audiência e milhões de fãs pelo mundo.

Não é pouco para uma série (grosseiramente) animada – no princípio, os criadores do desenho utilizavam modelos recortados em papel dos personagens para criar o desenho -, com palavrões, ataques às diversas religiões, críticas a políticos e até descidas ao Inferno, onde o Diabo é constantemente sodomizado por Saddam Hussein.

Agora imagine todo esse espírito anárquico e sem limites dessa turma dentro de um jogo. E melhor: em um RPG descrito como “tradicional” pela Obsidian, desenvolvedora do título e não por acaso criadora de jogos como “Neverwinter Nights 2”, “Fallout: New Vegas” e “Star Wars: Knights of the Old Republic II”, todos eles RPGs tradicionais. O resultado é o ambicioso “South Park: The Game”, que promete ser o melhor jogo adaptado da franquia.

Um dos trunfos da produção sobre os jogos anteriores da franquia – nenhum deles de grande sucesso – é a presença dos próprios criadores da série animada na equipe, Trey Parker e Matt Stone, que pela primeira vez se dedicam inteiramente a um game.

No título, o jogador controlará um personagem novato que chega a “South Park”, a cidade-título fictícia situada nas Montanhas Rochosas, estado do Colorado. O personagem será o típico herói mudo, que na tentativa de ser aceito pelos grupos da cidade, realizará uma série de tarefas que serão parte das quests do jogo

south park

Zoando como na TV

As boas sacadas do jogo em parodiar e, ao mesmo tempo homenagear, os mundos medievais dos RPGs não param por aí. O personagem principal terá um smartphone que serve basicamente para localizar amigos pela cidade. O sistema de classes segue o mesmo caminho bem humorado, com cinco categorias: Adventurer (aventureiro) Rogue (trapaceiro), Paladin (paladino), Wizard (mago) e uma quinta classe inventada pelo mestre do jogo, Eric Cartman: Jew (judeu).

Essa última classe terá habilidades semelhantes às de um monge, além de atributos similares aos de paladino, o que envolve ousadia e risco. Quanto mais perto da morte estiver um Jew, maior o poder dele. Tais poderes foram descritos pela equipe do jogo como um estilo próximo dos Macabeus, em referência ao grupo de judeus que libertou Israel do império Selêucida e reconstruiu o Templo de Salomão, em 164 a.C.

Segundo Matt MacLean, designer do jogo, a patrulha do politicamente correto vai ter motivos para arrancar os cabelos com “South Park: The Game”. “Há um monte de violência juvenil com brinquedos nada seguros”, contou MacLean. Os criadores do desenho pediram “que as crianças [personagens principais] sangrassem e chorassem mais”, algo normal nos episódios do desenho.

Os combates serão no melhor estilo RPG old-school, que incluem armas personalizáveis com fogo, eletricidade ou veneno – subidas de nível e turnos. A mecânica de batalhas do jogo será similar a Paper Mario, com turnos e exigência que o jogador aperte o botão (ou a sequência de botões) certo no tempo determinado para vencer os inimigos. Os ataques automáticos por turno serão possíveis, mas executar combos bem encaixados e cronometrados causa o dobro do dano – e mais choradeira, sangue, olhos voando e palavrões berrados.

souht park

Inimigos Góticos, Hippies…

As facções inimigas encontradas no jogo obedecem ao espírito maluco da série: góticos, guris sardentos, hippies e cheerleaders, que representam desafios únicos em cada combate. Monstrengos como Mecha Streisand (qualquer semelhança com Barbra Streisand…) também são esperados na posição de chefões sanguinolentos.

O motor gráfico será o mesmo de “Dungeon Siege 3”, mas o visual seguirá o estilo primário da animação (de forma tão real que será “normal” confundir o jogo com o desenho, segundo a Obsidian), com movimentação tosca e dublagem similar à amada série animada.

Outro fato interessante foi à necessidade de criar uma espécie de mapa da cidade, já que os criadores nunca se preocuparam em desenvolver um ambiente minimamente verossímil e cartografado para os personagens interagirem nos episódios do desenho. Para recriarem tudo fielmente, os desenvolvedores da Obsidian tiveram acesso aos rabiscos originais dos personagens. Os diálogos também ficarão a cargo de Parker e Stone, que até hoje escrevem os roteiros, dirigem e dublam os personagens em quase todos os episódios de “South Park”.

Trey Parker afirmou que graças ao formato widescreen nos principais consoles, a movimentação em cena é similar à da animação, ao contrário dos jogos anteriores de South Park, que tinham uma ambientação 3D. “Tínhamos que ter algum tipo de motor 3D para fazer o jogo funcionar. Mas este realmente vai ter a aparência de “South Park”. Vai parecer que você está em um episódio do desenho animado”, comentou Parker, que também tratou de dizer para os jogadores não esperarem modos multiplayer.

Com ingredientes como esse, é de se esperar que o RPG de “South Park” seja um jogo direcionado para adultos, assim como a animação. O bastante para qualquer um – fã ou não do desenho – ficar ansioso.

Plataformas: _Xbox 360_ | _PS3_ | _PC_

 

Sobre clubepegasus

hello leitores eu sou o lord sou um dos postadores amo os simpsons amo uma familia da pesada e amo american ded tbm curto ilha ra tim bum e etc '-'

Publicado em 23/03/2012, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. muito legal é o menhor site

  2. legau o South Park eo menhor desenho do mundo

deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: